Terceira Meditação: Para Além da Excitação Momentânea

25/04/2017

 

“A felicidade depende de nós” (Aristóteles)

 

Dr. Tal Ben-Shahar no seu curso de Felicidade em Harvard, na terceira meditação considera os estudos realizados por Sonja Lyubomirskv, Kennon Sheldon, e David Schkade, que demonstram que o nível de felicidade é determinado por três fatores: genética, circunstâncias relevantes para a felicidade (ex. nascimento, casamento, etc) e atividades e práticas relevantes para a felicidade. Não temos controle sobre a nossa tendência genética e às vezes pouca influência sobre as circunstâncias em que nos encontramos, mas podemos agir sobre as atividades e práticas para a felicidade.
Também trouxe os estudos realizados nos anos 80, por David Cooprrider e os seus colegas, que apesar de simples, foi revolucionário. Segundo os autores, ao invés de se concentrar naquilo que não funciona, nas áreas problemáticas, concentrar-se no que já deu certo. Portanto, valorizar (reconhecer o valor de algo) e também aumentar o seu valor. 

A terceira meditação consiste no seguinte exercício, que pode ser feito sozinho, com um parceiro ou pequeno grupo:

  • registre ou conte o que te fez mais feliz no passado - há dez anos, no mês passado, ou no começo do dia de hoje.

  • especifique o que te fez sentir-se bem? (Foi o fato de ter sido desafiado? Ter sentido respeitado? etc)

  • depois de examinar os aspectos positivos da tua vida, pergunte-se como é que pode pegar naquilo que aprendeu com as coisas melhores do seu passado e aplicá-lo para criar um futuro melhor.

  • empenhe-se, por escrito, em atividades que acredite que te irá fazer mais feliz.

 

(Fonte: BEN-SHAHAR, T. Aprenda a Ser Feliz: o curso de felicidade de Harvard, Lua de Papel: Portugal.  pg. 141 - 145)

Please reload

Posts Em Destaque

Autocontrole Emocional: mindfulness como caminho

18/09/2018

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo